Início > Charge, Fiscalização, Sinalização de Trânisto > Contador Regressivo e a Imparcialidade do Jornalismo no Trânsito

Contador Regressivo e a Imparcialidade do Jornalismo no Trânsito

Glossário: “Fotossensor” é o sinônimo para fiscalização eletrônica, no Ceará: “AMC” é o órgão responsável pelo Trânsito da cidade de Fortaleza.

O texto, apresentado acima, publicado na coluna “Comunicado” do jornal “Diário do Nordeste” do dia 13/04/2011, motivou a elaboração desse post. Como é possível perceber, o autor da nota defende a instalação de contadores regressivos de tempo (temporizador) junto aos semáforos, com a suposta função de ajudar os condutores a não ultrapassar o sinal vermelho do semáforo. O que chamou minha atenção foi o termo “com razão”. Queria saber de onde o jornalista fundamentou sua opinião sobre o tema, para defender com tamanha autoridade o projeto do citado vereador. Deve ter sido algum estudo técnico muito bem elaborado, encomendado pelo próprio vereador, por sinal, avaliando custos de implantação, manutenção, redução de acidentes, opinião dos motoristas, etc.

Brincadeiras e consternações a parte, a primeira observação a ser feita é sobre a legalidade da utilização desse dispositivo. Destaca-se que o mesmo não é regulamentado pelo o DENATRAN/CONTRAN, o que, de antemão, já descarta a possibilidade de sua utilização. Mais. Sendo liberado seu uso e confirmado seus benefícios, porque implantá-lo apenas onde tem fiscalização eletrônica? Os benefícios estão associados à utilização de fiscalização eletrônica? Soma-se ainda o fato que tal matéria não compete ao município legislar.

Mesmo que fosse permitida a utilização do contador regressivo, não acredito que tal dispositivo aumente a segurança viária na transição do sinal verde para o vermelho.  A tendência, é que os motoristas mais agressivos utilizem mais o amarelo e os motoristas mais conservadores utilizem menos o amarelo. Se essa hipótese for verdadeira, haverá uma maior diferença no comportamento dos motoristas. E como sabemos, no trânsito, quanto menos homogêneo for esse comportamento, maior é a probabilidade de ocorrência de acidentes.

Entretanto, acredito que o contador regressivo na transição do sinal vermelho para o verde possa trazer benefícios. Não sei se suficientes para justificar sua implantação. Sabendo o instante de início do sinal verde, o motorista pode controlar sua velocidade, aproveitando melhor a progressão semafórica e reduzindo, consequentemente, o número de paradas e o consumo de combustível.

Logicamente, a discussão é bem mais profunda e complexa. Mas espero que o projeto do nobre vereador não seja aprovado… Espero, ainda, que nossos jornalistas parem de brincar de técnico de trânsito! Enquanto isso, vou brincando de jornalista.

Anúncios
  1. Helio
    15/04/2011 às 01:27

    Eh por ainda existirem pessoas e profissionais como vc que eu ainda tenho um fiozinho de esperanca, pq se dependesse de vereador e de jornalista eu jah tinha me mudado pra Libia

    • 15/04/2011 às 15:17

      Assim eu fico encabulado! Valeu Cara! E não vá pra Líbia não, pq vc vai fazer falta aqui!

  2. Gustavo
    15/04/2011 às 14:51

    E aí Dante. Gostei da charge. E do blog. Parabéns. E menos mal que nesse caso é uma coluna, é uma opinião – intuitiva – da pessoa. O amarelo ajustado à velocidade regulamentar da via (como é em Fortaleza) cumpre perfeitamente a função “de ajudar os condutores a não ultrapassar o sinal vermelho do semáforo”.

    • 15/04/2011 às 15:18

      Valeu Gustavo. Se tiver alguma sugestão de pauta, charge ou se quiser escrever algo, é só entrar em contato.

  3. Clébio Lima
    19/04/2011 às 11:42

    Excelente texto e bela charge. Seu ponto de vista muito bem defendido. O que contrasta com o texto apresentado pelo colunista, que mostra uma visão fechada e sem fundamento jurídico ou técnico. O problema desse país é que a mídia, assim como o judiciário tentam a todo custo assumir o papel do executivo. É bem verdade que o executivo nem sempre faz sua parte a contento. Porém uma coluna como essa serve de demonstração de como tentam impor pontos de vista pessoais como se refletissem a verdade ou a vontade pública. Assim, meu amigo, fica difícil educar as pessoas.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: